COLUNAS


  • Colunas sob responsabilidade de professores, pesquisadores e profissionais com interesse na área. Uma vez por mês (em uma determinada quinta-feira), cada colunista apresentará um texto, próprio ou não, mas exclusivo para o Infohome.

Arquivo de Colunas

Team

(R)EVOLUÇÕES EM BITS

RENATA CURTY

Team

A BIBLIOTECA DO BIBLIOTECÁRIO

MURILO BASTOS DA CUNHA

Team

AÇÃO CULTURAL

MARIA HELENA T. C. BARROS

Team

ARQUIVOLOGIA

WILMARA RODRIGUES CALDERÓN

Team

ARQUIVOS E ARQUIVISTAS

MARCIA PAZIN

Team

BIBLIOTECA ESCOLAR

MARILUCIA BERNARDI / MARIA HELENA T. C. BARROS

Team

BIBLIOTECA ESCOLAR - NOVA FASE

MARILUCIA BERNARDI

Team

BIBLIOTECA PÚBLICA

RICARDO QUEIRÓZ PINHEIRO

Team

BIBLIOTECAS ACADÊMICAS

ARTUR DA SILVA MOREIRA

Team

BIBLIOTECAS PÚBLICAS Y COMUNITÁRIAS

ORLANDA JARAMILLO

Team

BIBLIOTECONOMIA HUMANA

RAPHAEL CAVALCANTE

Team

CINEMA

JUSTINO ALVES LIMA

Team

COTIDIANO INFORMACIONAL

JEFFERSON VERAS NUNES

Team

ESTAÇÃO BIBLIOTECA E AS PLATAFORMAS DO CONHECIMENTO

JUSTINO ALVES LIMA

Team

FORMAÇÃO DO PROFISSIONAL DA INFORMAÇÃO

JOSÉ AUGUSTO CHAVES GUIMARÃES

Team

INFORMAÇÃO E CIÊNCIA

CARLOS CÂNDIDO DE ALMEIDA

Team

INFORMAÇÃO JURÍDICA

BERENICE NEUBHAHER

Team

LA ARCHIVÍSTICA EN LOS NUEVOS TIEMPOS

DUNIA LLANES PADRÓN

Team

NÃO ESTÁ NO GIBI

WALDOMIRO VERGUEIRO

Team

PASSOS E ESPAÇOS DO ESTUDANTE

THAÍS R. FRANCISCON DE PAULA

Team

PRÁTICA PROFISSIONAL E ÉTICA

FRANCISCO DAS CHAGAS DE SOUZA

Team

TEMPOS IDOS E VINDOS

BRIQUET DE LEMOS

Última Inclusões

Veja as últimas novidades da Seção Arquivo de Colunas

Agosto/2018
RAPHAEL CAVALCANTE
BIBLIOTECONOMIA HUMANA

O MITO DA NEUTRALIDADE BIBLIOTECÁRIA

Disseminar informação parece a ação primeira que vem como resposta quando bibliotecárias e bibliotecários são indagados sobre o cerne da Biblioteconomia. Para além da pertinência, a ideia representa um belo contraponto a velhos chi...


Maio/2018
JEFFERSON VERAS NUNES
COTIDIANO INFORMACIONAL

“SERIA DESINFORMAÇÃO, INFORMAÇÃO?”

Dentre os textos que costumo trabalhar nas disciplinas que ministro, há um que gosto muito, cuja autoria é de Fernando Ilharco. Acredito, inclusive, que já o tenha citado nesta coluna em outra oportunidade. Pois bem, neste texto existe u...


Abril/2018
DUNIA LLANES PADRÓN
LA ARCHIVÍSTICA EN LOS NUEVOS TIEMPOS

BIBLIOTECAS, MUSEOS Y ARCHIVOS: ELIMINANDO BARRERAS CONCEPTUALES EN PRO DE UN ACCESO ABIERTO Y LIBRE A LA INFORMACIÓN.

El acceso a la información y su posterior uso son determinantes en las sociedades actuales. Los usuarios o internautas demandan información veraz y auténtica de manera rápida y concisa para construir, así, pensamientos sólidos y socie...


Agosto/2017
MARILUCIA BERNARDI
BIBLIOTECA ESCOLAR - NOVA FASE

BIBLIOTECA ESCOLAR: A SAGA CONTINUA...

Cada dia mais, conforme percebo os fatos ocorrendo ao meu redor, me pergunto qual será o futuro de nossas, já parcas, bibliotecas escolares? Me indago: Biblioteca Escolar, até quando? São tantas as agruras, tantas as incertezas, tant...


Agosto/2017
JEFFERSON VERAS NUNES
COTIDIANO INFORMACIONAL

AFINAL, É COM OU SEM PARTIDO?

Um movimento que reivindica mudanças na educação está causando bastante polêmica e dividindo opiniões por todo o Brasil. Trata-se do chamado Escola Sem Partido. Em linhas gerais, o movimento tem como objetivo a criação de cartazes, ...


Fevereiro/2017
JEFFERSON VERAS NUNES
COTIDIANO INFORMACIONAL

O ANO DE 2017 ACABOU DE COMEÇAR...

Recentemente, o mundo tem se deparado com uma infinidade de discursos de ódio, impostados com autoridade, muitas vezes, em tom xenofóbico e sexista, os quais não só têm se proliferado num ritmo sui generis, como têm chamado a atençã...


Novembro/2016
MARILUCIA BERNARDI
BIBLIOTECA ESCOLAR - NOVA FASE

BIBLIOTECA ESCOLAR, O PARAÍSO !?

“Sempre imaginei que o paraíso será uma espécie de biblioteca.”   Escolhi essa expressão, do escritor Jorge Luís Borges, para iniciar o texto, pois ainda que não esteja atuando, efetivamente, em biblioteca, continuo acredit...


Setembro/2016
JEFFERSON VERAS NUNES
COTIDIANO INFORMACIONAL

INFORMAÇÃO, MODERNIDADE, PODER E OUTRAS AMBIVALÊNCIAS

Gostaria de começar este texto com uma pergunta um tanto quanto clichê para aqueles que atuam na Biblioteconomia e na Ciência da Informação, qual seja: informação é poder? Apesar da questão já ter sido debatida em diferentes níve...


Agosto/2016
MARILUCIA BERNARDI
BIBLIOTECA ESCOLAR - NOVA FASE

UMA PAUSA DE BIBLIOTECA ESCOLAR...

Como se isso fosse possível quando se gosta, verdadeiramente, do que faz e fez por muito tempo, ou seja, trabalhar de alguma forma, com Biblioteca Escolar.   Por várias questões e, principalmente, por estar em outras funções, fo...


Maio/2016
JEFFERSON VERAS NUNES
COTIDIANO INFORMACIONAL

COTIDIANO E MEDIAÇÃO DA INFORMAÇÃO: ASPECTOS SOCIAIS E EDUCATIVOS DA PRÁTICA PROFISSIONAL DO BIBLIOTECÁRIO

Em um livro curto mas rico, intitulado “Filosofia da Ciência: introdução ao jogo e suas regras”, Rubem Alves discute, de forma didática e atraente, a relação entre ciência e senso comum, apontando a importância deste para o dese...


Março/2016
JEFFERSON VERAS NUNES
COTIDIANO INFORMACIONAL

UMA FORTALEZA QUE INFORMA: BREVE NOTA SOBRE A RELAÇÃO ENTRE INFORMAÇÃO E CIDADE

Neste texto tenho como objetivo lançar luzes para se poder problematizar a cidade no âmbito da Ciência da Informação. Moradia do diverso, mas também do medo e da indiferença, do encontro e da aventura, a cidade foi analisada sob di...


Novembro/2015
MARCIA PAZIN
ARQUIVOS E ARQUIVISTAS

CRIAÇÃO DE CENTROS DE MEMÓRIA: MEMÓRIA INSTITUCIONAL E MEMÓRIA ORGANIZACIONAL

Como dissemos no artigo anterior, os centros de memória são centros de documentação especializados no tema memória, especificamente a memória de uma instituição ou área do conhecimento. Num primeiro momento, os pesquisadores consid...


Novembro/2015
JEFFERSON VERAS NUNES
COTIDIANO INFORMACIONAL

A PROVOCAÇÃO DE CHARLIE HEBDO E O “CARÁTER SOCIAL DA INFORMAÇÃO”

Muito do que vivemos hoje já foi antecipado em várias obras de ficção, no cinema ou na literatura, principalmente no que se refere ao surgimento do que chamamos de “ciberespaço”. Com a popularização do termo “ubiquidade”, os ...


Outubro/2015
MARCIA PAZIN
ARQUIVOS E ARQUIVISTAS

NOVAS PERSPECTIVAS PARA OS PROFISSIONAIS DE ARQUIVO - OS CENTROS DE MEMÓRIA

Ao longo dos últimos anos, os profissionais de arquivo têm acompanhado o surgimento de uma série de novos espaços de trabalho, bem diferentes dos arquivos públicos tradicionais, sempre priorizados na teoria arquivística. E mesmo os es...


Setembro/2015
ARTUR DA SILVA MOREIRA
BIBLIOTECAS ACADÊMICAS

PLANO DIRETOR E AS BIBLIOTECAS ESCOLARES NO ÂMBITO DAS REDES MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO: UMA OPORTUNIDADE

Com a aprovação da Lei 12.244, em 2010, houve um alento aos esperançosos de que a situação das Bibliotecas Escolares, principalmente no âmbito das redes municipais e estaduais de educação, em todo país, pudesse ter a grande revirav...


Setembro/2015
JEFFERSON VERAS NUNES
COTIDIANO INFORMACIONAL

INFORMAÇÃO E COTIDIANO

Aqui, assumo o desafio de falar sobre informação e cotidiano. Dois temas que têm despertado meu interesse desde que ingressei na universidade. Talvez, a pergunta oculta que oriente minhas leituras, as disciplinas que ministro e até as p...


Setembro/2015
DUNIA LLANES PADRÓN
LA ARCHIVÍSTICA EN LOS NUEVOS TIEMPOS

NUEVAS NORMAS PARA LA REPRESENTACIÓN DE LA INFORMACIÓN EN LOS TIEMPOS DE PARADIGMA POS-CUSTODIAL.

La Archivística, en los últimos tiempos, peregrina por mudanzas importantes en su concepción como disciplina científica. Muchos investigadores coinciden en afirmar que está en un período de transición paradigmática, traspasando las ...


Março/2015
MARILUCIA BERNARDI
BIBLIOTECA ESCOLAR - NOVA FASE

CARNAVAL NA BIBLIOTECA ESCOLAR

“Ô abre alas, Que eu quero passar Eu sou da lira Não posso negar. Ô abre alas Que eu quero passar Rosas de Ouro É quem vai ganhar”     Uma das obras da compositora e maestrina carioca Francisca Edwiges Neves Gonz...


Janeiro/2015
MURILO BASTOS DA CUNHA
A BIBLIOTECA DO BIBLIOTECÁRIO

A AUSÊNCIA DA BIBLIOTECA ESCOLAR E O MEIO MILHÃO DE ZEROS NO ENEM

Nos últimos dias uma das notícias mais comentadas no Brasil foi o fato de que na prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 529.373 estudantes tiraram zero! Dos 6.193.565 estudantes que prestaram o Enem em 2014, foram 8,...


Dezembro/2014
FRANCISCO DAS CHAGAS DE SOUZA
PRÁTICA PROFISSIONAL E ÉTICA

PRÁTICA PROFISSIONAL E ÉTICA: DEZ ATITUDES QUESTIONÁVEIS DO BIBLIOTECÁRIO BRASILEIRO REGISTRADO NOS CONSELHOS DE BIBLIOTECONOMIA.

Continuo nesta coluna, a discussão iniciada na edição do mês de novembro de 2014. Nela falei de medos que corroem a autoestima do bibliotecário. Para muitos, creio que aquelas observações soaram como algo abstrato. Nesta edição tra...


Dezembro/2014
DUNIA LLANES PADRÓN
LA ARCHIVÍSTICA EN LOS NUEVOS TIEMPOS

LA ARCHIVÍSTICA EN LA POS-MODERNIDAD, Y LOS ARCHIVOS?

Los Archivos y la Archivística no han sido, siempre, procesos que han caminado juntos. El estudio de la evolución de los archivos y el surgimiento de la Archivística como disciplina científica implica analizar dos procesos que no coinci...


Novembro/2014
FRANCISCO DAS CHAGAS DE SOUZA
PRÁTICA PROFISSIONAL E ÉTICA

PRÁTICA PROFISSIONAL E ÉTICA: DEZ MEDOS CORROSIVOS À AUTOESTIMA DO BIBLIOTECÁRIO BRASILEIRO.

Neste último mês de outubro, que segundo as previsões dos especialistas em climatologia será o mais quente dos cem últimos anos, têm sido realizados vários eventos profissionais, científicos e turísticos pelos bibliotecários, arqu...


Outubro/2014
FRANCISCO DAS CHAGAS DE SOUZA
PRÁTICA PROFISSIONAL E ÉTICA

PRÁTICA PROFISSIONAL E ÉTICA: OS BIBLIOTECÁRIOS BRASILEIROS REGISTRADOS E SUA IRRELEVÂNCIA SOCIAL, CULTURAL, ECONÔMICA, POLÍTICA E QUANTITATIVA NOS ÚLTIMOS ANOS

Quem se graduou em Biblioteconomia nos anos da década de 1970 vivia em um país com características muito diferentes das que ele tem neste ano de 2014. Afinal, já se vão perto de 40 anos! Olhando sob uma escala histórica, esse tempo é...


Outubro/2014
DUNIA LLANES PADRÓN
LA ARCHIVÍSTICA EN LOS NUEVOS TIEMPOS

LA DESCRIPCIÓN ARCHIVÍSTICA: LICORES DE SIEMPRE EN TONELES DE HOY

La operación de describir no es un hecho reciente en el quehacer de los archivos, ni surge como consecuencia de las tecnologías, ni del desarrollo de normas descriptivas. La descripción se realiza en los archivos desde la Edad Antigua y ...